www.blogdomarco.clic3.net

“E essa Justiça desafinada é tão humana e tão errada”. Renato Russo

ENTREVISTA COM O PROFESSOR TOINHO – O INGRESSO NA POLÍTICA

Posted by marcocsouza em maio 26, 2006

BLOGDOMARCO – Você ingressou na política no ano de 2000, foi eleito vereador com a segunda melhor votação, na época, O que o fez tomar a decisão de ingressar no meio político?
ANTONIO FRAGÔSO –
Sempre gostei de política, mas confesso que o meu maior incentivador foi o ex-prefeito Elenildo. Queria participar de sua campanha para prefeito no ano de 2000, apenas como militante porque acreditava naquele momento que Teixeira necessitava de uma mudança que pudesse melhorar as condições de vida do seu povo, que se encontrava desesperançado. O encorajamento, o estímulo e a boa vontade do professor Elenido foram decisivos para minha disposição de disputar o cargo de vereador. Some-se a isso a vontade que tinha de demonstrar de maneira concreta aquilo em que eu sempre acreditei: que nem todo político é corrupto, mal caráter, demagogo, crápula. Que existem pessoas bem intencionadas, que não visam o seu próprio interesse, que buscam o bem coletivo e foi isso, que depois de eleito, procurei demonstrar no meu mandato.BLOGDOMARCO – Você conseguiu chegar a Presidência da Câmara num momento conturbado, em que havia denúncias de corrupção envolvendo aliados que defenderam a sua candidatura. Como foi para você se posicionar contra um aliado?
ANTONIO FRAGÔSO –
Não é fácil julgar, principalmente, quando se trata de amigo e correligionário político. Foi com pesar que proferi o meu voto contrário a permanência do vereador Raimundo Rocha. Foi desagradável ter que agir daquela forma, mas não podíamos ser corporativistas. Recebemos a denuncia do Ministério Publico, investigamos, apuramos e depois de constatar as irregularidades proferimos o nosso veredicto pela cassação. Não posso deixar de elogiar a postura dos vereadores da Situação da época que mesmo se tratando de um aliado não deixaram prevalecer a impunidade. Lamento muito o fato acontecido, mas não poderia ter sido outro o meu posicionamento na ocasião.

BLOGDOMARCO – Apesar de um bom trabalho desenvolvido da Câmara de Vereadores e grande reconhecimento, até por parte de adversários, devido sua honestidade, competência, responsabilidade, quais os motivos que o levaram a não concorrer a uma vaga na Câmara de Vereadores, na eleição de 2004?

ANTONIO FRAGÔSO – O desestimulo por parte de alguns companheiros. A falta de compreensão do povo. A decepção de alguns familiares em relação ao meu mandato (não empreguei na câmara nenhum parente). O fato do PSDB local ter mudado de lado, a falta de uma estrutura financeira. O próprio governo na época não via com bons olhos a minha candidatura, pois em diversas oportunidades não hesitei em criticar os equívocos do governo, criei muitos desafetos por conta desta minha postura que incomodava. Quero apenas dizer que não me arrependo por isso: todas as criticas que fiz tiveram como intuito melhorar a qualidade da administração (Infelizmente muitos na época me preferiram tachar de adversário). Teria sido mais cômodo e vantajoso pra mim se tivesse concordado com tudo, quem sabe não teria me reelegido, no entanto, preferi agir de acordo com a minha consciência e por isso mesmo não me arrependo. Para muitos isso pode ser idiotice, besteira, ilusão, mas continuo defendendo que o político deve lutar em beneficio do povo e não de seus próprios interesses.

Daqui a pouco novas postagens da entrevista com o Professor Toinho, ex-presidente da Câmara.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: