www.blogdomarco.clic3.net

“E essa Justiça desafinada é tão humana e tão errada”. Renato Russo

O PROFESSOR TOINHO FALA SOBRE O GOVERNO RITA E A CÂMARA MUNICIPAL

Posted by marcocsouza em maio 27, 2006

BLOGDOMARCO – Em relação ao atual momento político municipal como você analisa o Governo Rita Nunes?
ANTONIO FRAGÔSO –
Classifico como positiva a conquista do asfalto para algumas ruas junto ao governo do Estado e alguns serviços na melhoria de ruas localizadas nas Malvinas, Caipira e Água Azul. Mas todos lembram que se fez uma campanha em cima de erros do adversário, prometendo mudar tudo, assegurando que não se cometeriam erros como: Pessoas recebendo sem trabalhar, inchaço da máquina administrativa, favorecimento de parentes, falta de merenda nas escolas, pagamentos atrasados de servidores, falta de iluminação das ruas. Prometeu-se também que a casa da prefeita ficaria aberta todos os dias para a população. Depois de um ano e cinco meses de governo percebemos que muitas das promessas feitas durante a campanha não foram cumpridas e que foram feitas apenas com o intuito de vencer as eleições.

BLOGDOMARCO – E o Governo do PT em Teixeira? O que deu errado? Em relação ao ex-prefeito Elenildo Queiroz, como você o avalia?
ANTONIO FRAGÔSO –
Em primeiro lugar criou-se uma expectativa muito grande em torno da administração Petista em nossa cidade. Também não se pode negar que a campanha da oposição em 2000 foi muito próxima do povo. O povo participou diretamente e o acesso ao candidato era contínuo e sem qualquer obstáculo. Com a eleição houve um certo distanciamento do prefeito em relação à população ocasionando muitas frustrações, pois muita gente pensava que isso não iria acontecer. Não podemos deixar de reconhecer que o município também não se encontrava em boa situação. Não contou com o apoio do Governo do Estado. Foi um governo muito cobrado. O governo também se fez acompanhar de oportunistas que bajulavam em demasia e camuflavam os problemas da cidade dizendo que tudo estava as mil maravilhas e que o povo estava satisfeito. Mas, apesar disso, no seu governo podemos observar alguns avanços tais como: maior participação dos agricultores nas decisões das políticas agrícolas, a contemplação da Escola Ideal, a construção de várias cisternas na zona rural, maior valorização das associações rurais, pagamento em dia até o último ano de governo, aquisição de veículos e tratores para o município, conquista da obra de saneamento básico, entre outras. Com a posse do novo Governo os vereadores da bancada de situação, que constituem dois terços de seus membros, aprovaram duas CPI’s para apurar possíveis irregularidades cometidas na gestão do ex-prefeito. O prefeito acusa as CPI’s de perseguição política, cabendo a nós aguardarmos o pronunciamento final da Justiça.CÂMARA MUNICIPAL
BLOGDOMARCO – Na última eleição houve uma grande mudança na Câmara Municipal de Teixeira, e os vereadores que foram eleitos foram muito criticados por serem novatos, inexperientes. Como você ver a atuação da Câmara Municipal, hoje?
ANTONIO FRAGÔSO –
Quando surgiram as criticas aos vereadores recém-eleitos fui o primeiro a sair em defesa dos mesmos. Na oportunidade cheguei a dizer que inexperiência não poderia se confundir com incompetência. Disse que deveríamos cobrar dos atuais vereadores o compromisso de defender o povo em todas as circunstancias, mesmo que se contrariassem os interesses de chefes políticos. O que eu tenho reprovado é atitude tomada de não apurar as denuncias contra a administração atual. Considero correta a atuação da câmara quando apura as denuncias contra o governo anterior. O que não entendo e acho reprovável é se fazer CPI apenas para apurar denúncias de um lado. O que condeno é se usar dois pesos e duas medidas.

BLOGDOMARCO – Houve, no início do mandato de Ariston, um convite para que você integrasse o quadro da Câmara como assessor da Mesa Diretora. Por que não aceitou?
ANTONIO FRAGÔSO –
Porque entendo que cargo de confiança deva ser dado a correligionário e não a adversário. Apesar da amizade, gratidão e respeito que tenho pelo presidente Ariston. Este foi o motivo de não ter aceitado o seu convite.

BLOGDOMARCO – O que você tem a dizer sobre a transmissão das sessões da Câmara Municipal?
ANTONIO FRAGÔSO –
No meu tempo todas as sessões eram transmitidas porque eu entendia e continuo pensando assim que o homem público tem obrigação de prestar contas de seu trabalho e de propiciar a todos os munícipes o direito de saber o que está acontecendo não só na câmara municipal como também na administração do município e as transmissões propiciam isso.

Daqui a pouco, na entrevista com o professor Toinho, eleições 2006 e Governo Lula.

19 Respostas to “O PROFESSOR TOINHO FALA SOBRE O GOVERNO RITA E A CÂMARA MUNICIPAL”

  1. Juraci said

    O professor Toinho foi muito ameno, porque a atual administração é um dessastre total, a exemplo da Saúde municipal. O hospital Sancho Leite, que está sendo alvo de políticos politiqueiros, que na verdade só pensam em si e no nepotismo. Popularmente, falando,familiares estão sendo diretamente e indiretamente beneficiados pela a atual administração, pessoas que vivem a atrapalhar a vida de quem realmente procura fazer o que é melhor para o nosso município. A saúde hoje vive um descaso tatal, a prefeita, Rita Nunes Pereita, prometeu médicos vinte e quatro horas para a população, mas hoje quem quizer saber se a prefeita realmente falou a verdade que procure um posto médico ou o próprio hospital.

  2. Juraci said

    Outro fato que está acontecendo em nosso municipio é a Educação que também está sofrendo várias penalidades. Penalidades estas que na verdade quem sofre é a classe estudantil. Hoje os alunos da Escola Municipal José Elias de Amorim, a maior escola na rede ensino, que no ano passado passou por uma reforma total com o Programa Escola Ideal Básica, programa do Governo Federal, que por sinal este projeto foi adquerido na gestão de José Elenildo Queiroz e que só foi executado na atual administração de Rita Nunes Pereira. Caros internaltas, comprovem você pessoalmente a reforma, parte da estrutura é coberta por telhas brasilit, que são comprovadamente câncerígenas, não temos o mínino de seguraça dentro da escola, não temos um só extintor de incêndio seja ele de pó químico ou de água, está faltando instalar o serviço de som que foi adquerido na gestão passada, o laboratório de informática que já deveria estar funcionando, somente agora quase no meio do ano vieram colocar um aviso na parede de inscrição após a nossa reivindicação através do baixo-assinado, os ventiladores em quase todas as salas estão faltando.
    No último dia 27 de abril do corrente ano enviamos um abaixo-assinado ao Secretário de Educação solicitando tudo isso que citei e nem sequer deu satisfação à turma da 8ª F,noite, isso é que é respeito pelos estudantes! Prefeita, nós queremos o respeito que temos garantido por lei, ou seja, nossos direitos.

  3. Anonymous said

    Juraci disse bém, a Prefeita não tém carro para levar as pessoas doente para outros hospitais, mais tem ambulância para buscar pessoas apadrinhadas por ela na Cidade de Patos que estava na casa de sua namorada, Prefeita tu axas que isto é certo?

  4. Anonymous said

    Nunca vi tanta safadeza como nesta gestão obras superfaturadas, pagamentos atrasados, o caos na saúde, ambulancia servindo de taxi, parentes da prefeita enricando as custas da prefeitura. Tem um cunhado dela que em um ano comprou um carro que em mais dse cinquenta anos não tinha conseguido.

  5. Anonymous said

    Quem vai pagar pelos absurdos cometidos por esta gestão será o barão. Faltam apenas quatro meses.

  6. Anonymous said

    As sessões da câmara municipal deixaram de ser transmitidas para o povo não tomar conhecimento da safadeza dos vereadores da Situação que mesmo sabendo do superfaturamento da obra de saneamento básico não denunciam. Porque não falam do trator da prefeitura que foi desviado para cortar as terras do barão. Parabéns Juraci e Nego de Guri pela denuncia que fizeram. Que moral tem os vereadores de situação para denunciar dos outros e não olham os absurdo que se comete por esta prefeita

  7. Anonymous said

    Mói, aprende primeiro a escrever. porque tu vivia calado na gestao passada? porque tu nao exigisse tudo isso no outro governo?

  8. Aldo Batista said

    Caro amigo professor Toinho.
    Gostaria tão somente de consertar um equivoco aqui postado, pois é uma inverdade e por isso deve ser revisto.
    Também quero deixar uma pergunta em aberto para que me responda.

    Quando você afirma que no governo de Elenildo pode observar alguns avanços, a ex de pagamento dos servidores em dia até o último ano de governo.
    Isso foge totalmente a realidade. Porque o último ano da gestão do referido ele não só atrasou todas as secretaria como deixou de pagar os 4 (quatro) meses e décimo terceiro salários dos funcionário. E que é ainda pior… Pagou férias trabalhada a maioria dos seus assessores e secretários, sem falar que os mesmos meses que não pagou a mim, ele pagou a seu irmão na secretaria de obras. Eu não faltei nenhum dia (Carlos de Teinha é testemunha) – e esse foi o argumento que o mesmo deu para fazer essa acepção. Se Pagou a seu irmão, deveria ter pagado a todos os funcionário.

  9. Aldo Batista said

    Agora gostaria de saber do grande amigo se o ocorrida se deu em sua gestão de presidente daquela casa, ou se sendo o professor um grande defensor dos funcionários chegou a pactuar com o Ex-Prefeito do partido dos TRABALHADORES, que apresentou uma emenda onde revogou uma lei que dava direito aos Motoristas, Eletricista, Pedreiros e Agentes Administrativos de receberem dois salários. E foi por esse governo dos TRABALHADORES extinta e congelados todos os vencimentos dos mesmos.

    Só para equiparar passamos do mês de outubro de 2000 até o mês de abril deste ano com o mesmo salário. Veja bem professor são quase seis anos. Isso é justo? Será que nestes seis anos a inflação não subiu? Será que não dói na consciência de Elenildo?

  10. Aldo Batista said

    Para finalizar gostaria também de saber por que os vereadores na gestão petista não votaram o projeto “planos de cargo carreiras e salário”…?

    Deixo também aos da atual gestão. Por que ainda não foi apreciado pela câmara o projeto do plano de cargo carreiras e salário?

    E por que só no final do mandado foi que elenildo quis dá aumento. Foi para prejudicar o andamento do governo de Rita? Por que não deu antes?

    Ao mais parabéns pela entrevista!

    Abraços

  11. Anonymous said

    Aldo como sempre verídico em suas proposições. O q nau mda pra aturar é esse mói querendo saber de alguma coisa. VAI ESTUDAAAAAAAR!!

    Professor Toinho de parabéns pela entrevista, só q o q da pra perceber é q o senhor é como marco, o dono do blog, que sempre mostra a prefeita RITA e o deputado VALDECIR como ruins, enquanto vangloriam seu ex-prefeito, que pouco fez de bom por nós.

    “Dai a Cezar o que é de Cezar, e a DEUS o que é de DEUS.”

  12. Anonymous said

    Inteligente é ser imparcial. Parabéns Aldo. Marco e o restim dos petistas sao ceguinhos de guia. Apaixonados pelo dEUS deles: O PT e o ex- prefeito.

  13. Anonymous said

    PARABÉNS ALDO PELA VERACIDADE DAS SUAS PALAVRAS E COLOCAÇOES, VOCÊ MUITO TEM ABRILHANTADO ESSE “SITE” (BLOG) COM SEUS COMENTÁRIOS, E PROVAS DO QUE DIZ.
    Abraço.

    ALDRIM BATISTA.

  14. Antonio Fragoso Ramalho said

    Caro amigo ALDO, quero em primeiro lugar elogiar a sua atitude de sempre colocar o nome nos comentários postados neste blog. Isso nos dá a oportunidade de eslarecer alguns questionamentos que por você foram levantados. Você tem toda razão quando disse que o último ano do governo ocorreram atrasos de pagamentos. Na verdade o que eu quis dizer é que até chegar o último ano o governo vinha pagando em dia, depois disso atrasou. Foi um erro de colocação dos termos na frase. Com relação a assertiva em que você questiona se a Câmara Municipal teria pactuado com o ex-prefeito para votar emenda revogando lei que garantia dois salários minimos a alguns funcionários, posso lhe assegurar que não tramitou na Câmara tal emenda.

  15. ANTONIO FRAGOSO RAMALHO said

    Caro Aldo, com relação aos seus dois últimos questionamentos é oportuno deixar claro que Planos de cargos e carreira de servidores é de iniciativa privativa do Poder Executivo e não do Poder Legislativo. O que eu posso lhe dizer é que o Poder Legislativo sempre fez a cobrança. Com relação a última indagação, confirmo que projeto não fez parte da pauta no último ano.

  16. Anonymous said

    AQUI VAI UM CONSELHO PRA O SECRETÁRIO DE SAÚDE: ele deve contratar um oftalmologista para os cegos a exemplo de moi.

    Todos nós temos as nossas paixoes politicas, mas dizer que no hospital não tem médico, paciência, e ser leviano.

  17. Aldo Batista said

    Caro amigo Toinho.

    Agradeço pelos esclarecimentos aqui postados.

    Isto me deixou ainda mais indignado…, pois quando na época solicitado por um humilde funcionário (Antonio Edson de Souza – Toninho) soube a lei que lhe dava direito a tais vencimentos – o mesmo sofreu injustiças de perseguição política.

    Sobre o plano de cargos carreiras dos servidores.
    Fica a desejar uma imediata iniciativa do governante municipal em favor dos servidores que anelam o tão sonhado plano – Já que a administração passada fez vista grossa ao assunto.
    Espero que o poder executivo apresente com urgência! Pois um ano e cinco meses já se passaram e continuamos na mesma situação.

    Abraços,

  18. Aldo Batista said

    ESTADO DA PARAÍBA
    PREFEITURA MUNICIPAL DE TEIXEIRA

    PROJETO DE LEI Nº 01/02

    Concede reajuste nos vencimentos dos funcionários públicos do município e da outras providencias.

    O PREFEITO MUNICIPAL DE TEIXEIRA, Estado da Paraíba.
    Faço saber que a Câmara Municipal de Teixeira, Estado da Paraíba, APROVOU e eu SANCIONO a seguinte Lei:

    Artigo 1º – Fica concedido um reajuste nos vencimentos dos funcionários públicos do município, de acordo com a seguinte

    TABELA

    Motoristas e tratoristas – 02 (dois) salários mínimos mensais;
    Garis e varredeiras – reajuste de 150% (cento e cinqüenta por cento);
    Área de saúde – reajuste de 100% (cem por cento);
    Associação dos Idosos – reajuste de 150% (cento e cinqüenta por cento);
    Educação;
    Funcionários ligados ao 1º grau – reajuste de 200% (duzentos por cento);
    Funcionários com grau superior e pedagógico – reajuste de 100% (cem por cento);
    Demais secretarias;
    Funcionários com vencimentos até CR$ 50.000,00 (cinqüenta mil cruzeiros) – reajuste de 80% (oitenta por cento);
    Funcionários com vencimentos superior a CR$ 50.000,00 (cinqüenta mil cruzeiros) – reajuste de 50% (cinqüenta por cento)

    Artigo 2º – Os recursos para cobertura das despesas oriundas do reajuste do que trata o artigo 1º, correrão por conta dos termos instituídos pelos incisos III, &1º , do art. 43 da Lei nº 4.320 de 17 de março de l964.

    Artigo 3º – Esta lei entra em vigor com efeito a partir de 1º de março do ano em curso, revogadas as disposições em contrário.
    Gabinete do prefeito Municipal de Teixeira, 18 de março de 1992.

    Inácio de Oliveira Amorim
    Prefeito

    OBS: Seguindo esta lei Inácio pagou aos funcionários conforma estabeleceu no papel sempre atualizando os salários dos servidores e acompanhando rigorosamente até o final de seu mandato em dezembro de 2000, quando entregou a um governante do partido do mata TRABALHADORES – que revogou esta lei através de outra tendo o apoio da maioria dos vereadores. A nova lei (segundo a câmara) foi Lei 001/02 de 16/01/2002.
    Assim que a tiver em mãos (e se essa for) publicarei o conteúdo inclusive com a bancada que deu apoio a essa injustiça.

    Abraços,

  19. Aldo Batista said

    ALDO DISSE:
    E por que só no final do mandado foi que elenildo quis dá aumento. Foi para prejudicar o andamento do governo de Rita? Por que não deu antes?

    PROFESSOR TOINHO DISSE:
    Com relação a última indagação, confirmo que projeto não fez parte da pauta no último ano.

    Caro amigo Toinho.

    Realmente você está correto ao afirmar esta ultima indagação.
    É que eu a assisti ser votada na câmara logo no inicio do governo de Rita.
    Retrato-me a esta indagação, pois o projeto foi apresentado por algum vereador de oposição ainda no governo de Elenildo, mas só apreciado no governo de Rita – entre dezembro a fevereiro (algo no final de recesso), não me recordo. “Mais eu assisti à sessão e foi imediatamente pela maioria reprovado”.

    ISSO FOI CRUEL DE AMBAS AS PARTES.
    OS FUNCIONÁRIOS NÃO MERECIAM!

    Abraços,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: