www.blogdomarco.clic3.net

“E essa Justiça desafinada é tão humana e tão errada”. Renato Russo

Ministro do STF chama renúncia de deputado de manobra

Posted by marcocsouza em outubro 31, 2007

Tá no Uol

RENATA GIRALDI
da Folha Online, em Brasília

O ministro Joaquim Barbosa, do STF (Supremo Tribunal Federal), criticou nesta quarta-feira a decisão do ex-deputado Ronaldo Cunha Lima (PSDB-PB) –pai do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB)– de renunciar para evitar seu julgamento na Suprema Corte. Segundo o ministro, o tucano “manobrou e usou de todas as chincanas processuais” para escapar do julgamento.

“É preciso acabar com foro privilegiado. Esse homem [Ronaldo] manobrou e usou de todas as chincanas processuais por 14 anos para fugir do julgamento. O ato dele [de renunciar] é um escárnio para com a Justiça brasileira em geral e o Supremo em particular”, afirmou Barbosa.

Em seguida, o ministro disse que Ronaldo tem o direito de renunciar, “mas é evidente que há segunda intenção”.

Ele responde a um processo no STF (Supremo Tribunal Federal) por tentativa de homicídio. Com a renúncia, Ronaldo Cunha Lima perde o foro privilegiado e terá de ser julgado pela Justiça comum. O STF havia marcado para a semana que vem o julgamento do processo contra ele.

Em 1993, como governador da Paraíba, ele disparou dois tiros contra o ex-governador Tarcísio de Miranda Buriti. O tucano nega ter premeditado o ato e atribui as acusações a supostas difamações.

Para o ministro do STF, a correção do julgamento depende da coragem dos magistrados. “Espero que haja juízes corajosos e independentes na Paraíba para julgá-lo”, disse.

A renúncia de Ronaldo ganhou a solidariedade de vários senadores. Por mais de uma hora, o ex-deputado recebeu elogios e palavras de apoio no plenário do Senado.

Senadores da oposição e da base aliada que apóia o governo homenagearam o ex-governador, entre eles os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP), Arthur Virgílio (PSDB-AM), Ideli Salvatti (PT-SC), Cícero Lucena (PSDB-PB), entre outros.

                 

Uma resposta to “Ministro do STF chama renúncia de deputado de manobra”

  1. Prego said

    Ninguém entende esses Cunha Lima. O filho fazendo o que pode pra não perder o mandato. O pai vai e renuncia ao próprio mandato… Vá querer entender essa gente… rsrsrssrs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: