www.blogdomarco.clic3.net

“E essa Justiça desafinada é tão humana e tão errada”. Renato Russo

Blog do Marco: análises equivocadas

Posted by marcocsouza em janeiro 8, 2008

Tá no Blog do Álvaro:
Marco Aurélio, lúcido professor das terras teixeirenses, freqüentemente se deixa levar por suas paixões políticas, o que o faz incorrer em crassos erros no campo da análise política.

Em Maturéia, por exemplo, enxerga uma oposição forte, onde há somente uma esdrúxula coligação que une partidos ideologicamente tão diferentes como o DEMO (ex-PFL), o PT e o PSDB.

Hoje vi que ele volta a insistir nessa linha, num post onde analisa a situação de todos os Municípios da 30ª Zona, menos Mãe D’Água.

Abaixo segue o post original de Marco Aurélio, intercalado por comentários meus, em negrito.

2008 – Um ano eleitoral
Escrito por marcocsouza em janeiro 6, 2008

2008 é um ano eleitoral que promete disputas acirradas na corrida pela sucessão municipal, principalmente em nossa região. Vejamos:

CACIMBAS: Os comentários são de que o atual prefeito, Geraldo, deverá concorrer à reeleição contra o ex-prefeito Newton Almeida que governou o município por dois mandatos e ainda detém um forte apoio popular. Caso sejam confirmados os comentários, Cacimbas presenciará sua primeira grande disputa política para o comando do município.

Em Cacimbas não haverá, nesta eleição, nenhuma grande disputa eleitoral. O atual Prefeito Geraldo não concorrerá à reeleição, o que não significa que Newton Almeida não terá adversário. Certamente aparecerá alguém com disposição para concorrer. Mas não será Geraldo e não será um candidato forte.

MATURÉIA: A disputa em Maturéia tende a ser comparada a primeira eleição, em 1996. Na época os candidatos ao cargo de Prefeito, Ariano Dantas X Zé Filipe, vinham de uma mesma ala política. Hoje não é diferente. Chico Mané, candidato da Oposição, e Daniel Dantas, candidato do Governo, estiveram do mesmo lado por muito tempo. Promete ser uma eleição bem diferente das duas últimas em que o atual prefeito, Zé Pereira, venceu com grande facilidade.

Aqui Marco Aurélio entra numa zona de “embotamento mental” provocada pela sua paixão política (ele é filiado ao PT). Esta eleição em nada se parece com a eleição de 1996, primeira eleição da história do Município, quando o PMDB venceu contra o então todo poderoso esquema do ex-deputado Valdecir Amorim.

Nas duas últimas eleições municipais a coligação PMDB/PSB venceu as eleições municipais por mais de 70% dos votos, e nada aconteceu de novo que possa indicar mudança na posição do eleitorado matureense. A administração do Prefeito Zé Pereira é uma das melhor avaliadas em todo o estado e o nome de Daniel tem excelente aceitação.

O que Marco Aurélio não diz, é que o PMDB, diretamente ou em coligação, venceu todas as eleições que foram realizadas em Maturéia desde a sua fundação. Foram 3 de prefeito, 4 de governador e 6 para a Presidência da Câmara.

De qualquer sorte não ousamos falar em eleição fácil. “Eleição e mineração, só depois da apuração”, diz a sabedoria popular.

Ademais, em Deus está o Caminho, a Verdade e a Vida.
DESTERRO: O atual prefeito, Wilson, deverá enfrentar o ex-prefeito, que nunca perdeu uma eleição sendo o candidato, João Leite. Deve se repetir do acirramento da última eleição municipal. Disputas em carreatas, faixas, bandeira e muitas ações na Justiça.

Aqui Marco acerta no geral, mas erra no básico: o Prefeito de Desterro é Didi, e não Wilson, seu irmão, como afirma.

IMACULADA: Como na última eleição a vitória do atual prefeito, Ribamar, foi por apenas um voto é de se esperar mais uma grande luta dos opositores para reconquistar o poder e da ala governista para se manter. Qualquer deslize pode ser fatal. O resultado anterior que o diga.

Aqui Marco entra em flagrante contradição com os argumentos que usa para demonstrar a força da oposição de Maturéia. Aqui ele diz que a eleição deve ser apertada porque a eleição anterior foi “por apenas um voto”. Ora, quer dizer então que em Imaculada uma eleição anterior apertada significa uma nova eleição apertada; mas uma eleição anterior em Maturéia ganha com mais de 70% do votos não tem importância sobre a eleição seguinte? Ora, francamente!!

TEIXEIRA: Apesar de ter o direito de concorrer à reeleição, a atual prefeita, Rita Nunes, garante que não disputará, deixando a critério do vice-prefeito Wenceslau Marques representar seu grupo político na disputa. A opção seria devido o desgaste enfrentado pela atual administração. Contudo, alguns defensores da candidatura da Prefeita nutrem esperanças no aumento de repasses do FPM para possibilitar a atualização do pagamento dos funcionários. Como ficaria Wenceslau nesta situação.
No campo da oposição os nomes mais fortes continuam sendo os do ex-prefeito, Elenildo Queiroz, e do vereador Nego de Guri. Os mais entusiasmados garantem que, segundo levantamento de consulta popular de consumo interno, a chapa seria imbatível. O difícil é saber quem aceita ser o vice.

Já escrevi neste blog que vejo dias de dificuldades para Wenceslau, embora seja o mais forte candidato à Prefeitura de Teixeira, diria até, quase imbatível. As dificuldades decorrem muito mais da retomada do prestígio da Prefeita Rita, do que de qualquer outro motivo. O aumento de 1% no repasse da União através do FPM, além da mudança de coeficiente de 0.8 para 1.0 passaram a injetar mais de R$ 100.000,00 por mês. Para completar, uma vitória judicial – em caráter liminar – pôs abaixo o Redutor de FPM que sangrava os cofres municipais em mais de 30% nesses repasses. Não é nada, não é nada, constitui um aporte médio mensal da ordem de R$ 250.000,00 por mês, que somados aos outros aumentos já referidos, elevam a receita municipal em aproximadamente R$ 350.000,00!!!

De posse dessa receita extraordinária Rita pode recuperar o seu prestígio original e tentar a reeleição, tendo Wenceslau como Vice novamente. Caso Wenceslau não acate esta saída, lhe restaria se compor com a oposição, constituindo-se assim em alternativa real de vitória à oposição. Sim, porque hoje a oposição não tem um nome com densidade suficiente para pleitear o poder em Teixeira.

Marco Aurélio acaba o seu comentário sobre Teixeira citando uma certa consulta popular. Lembro que há alguns meses mandamos realizar uma Pesquisa de Opinião Pública com rigor científico, que foi desdenhada pelo mesmo Marco, que disse, à época, dar mais crédito ao que sentia na rua do que ao que havia apontado a pesquisa. Mais uma vez, Marco Aurélio deixava-se ali se levar pela paixão política que embota a sua mente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: